Banheiros públicos: 5 Dicas De Como Usar e Não Contrair Doenças
Saúde da Mulher

Banheiros públicos: 5 Dicas De Como Usar e Não Contrair Doenças

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

Já ficou com aquele medinho de contrair doenças ao frequentar banheiros públicos? Calma! Não é só você. 

Muitas deixam de fazer suas necessidades porque esses ambientes são frequentados por outras centenas de mulheres diariamente.

Mas, afinal, usar banheiro público pode causar doenças?

Leia este artigo até o fim que vamos te dar a resposta, esclarecer alguns mitos e dar algumas dicas para evitar as bactérias que circulam nesses ambientes.

Usar o banheiro público pode causar doenças?


Não necessariamente. De acordo com especialistas, o risco de uma pessoa contrair doenças a partir do vaso sanitário de banheiro público é quase improvável.

Isso porque a pele humana é coberta por uma camada de bactérias capaz de proteger o organismo. Além disso, o sistema imunológico é altamente eficaz contra patógenos “sujos”.

Dessa forma, se você sentir vontade de fazer xixi, não há motivos para recusar o uso de banheiros públicos, como de:

  • Academias;

  • Restaurantes;

  • Shoppings;

  • Estações de metrô ou ônibus;

  • Escolas ou universidades.


Embora seja pouco provável, é importante seguir algumas dicas de higienização. Sendo assim, você fica mais segura e protegida ao usar esses ambientes.

Dicas Para Ficar Protegida Em Banheiros Públicos


O uso de banheiros públicos exige certos cuidados, sobretudo para as mulheres, que têm contato direto com o vaso sanitário. 

Por isso, reunimos algumas dicas para você colocar em prática.

Limpe o vaso sanitário com lenços antissépticos


Uma das principais dicas de higienização para banheiros públicos é limpar o vaso sanitário com lenços antissépticos. Algumas mulheres inclusive forram a superfície com papel higiênico para evitar o contato direto das partes íntimas.

Em situações mais extremas, elas preferem não sentar. Por causa disso, foi desenvolvido um tipo de funil para ajudar a mulher a fazer xixi em pé.

Dê descarga com a tampa fechada


Para dar descarga corretamente e evitar doenças, deve-se baixar a tampa do vaso sanitário antes de ativar o mecanismo. Mas regra não vale apenas para banheiros públicos. 

Caso contrário, os microorganismos presentes na urina ou fezes se espalham pelo ar, podendo ser inaladas ou engolidas.

Não toque em superfícies


Muitas mulheres ficam preocupadas com a tampa do vaso sanitário, mas esquecem-se de outras superfícies, como maçanetas e o próprio botão da descarga.

Deve-se evitar o contato direto com esses objetos - todas as pessoas tocam enquanto estão no banheiro. Nesses locais, estão alojados microorganismos que podem causar doenças e infecções. Por isso, a próxima dica é tão importante.

Lave as mãos


Após usar banheiros públicos, lavar as mãos é importante para impedir a propagação de doenças. Grande parte das infecções comuns, como…

  • gripes;

  • resfriados;

  • intoxicação alimentar;

  • hepatite A;

  • parasitoses alimentar...


...são transmitidas habitualmente pelas mãos.

Nesses ambientes, o ideal é lavar as mãos com sabonete líquido. Os sabonetes em barra acumulam muitas bactérias na sua superfície, representando um risco de contágio.

Seque as mãos com papel toalha


A maioria das mulheres usa aquelas máquinas de secar a mão. Contudo, mal sabem elas que esses equipamentos podem espalhar partículas de sujeiras, sujando a mão novamente.

Por essa razão, a melhor opção para secar a mão é o bom e tradicional papel toalha. Caso não queira, ande sempre com lenços umedecidos na bolsa.

Seguindo estas 5 dicas você fica protegida de possíveis doenças nos banheiros públicos.

Com DIU, não há riscos


Uma coisa temos certeza: o DIU de Cobre não apresenta riscos à saúde da mulher. O dispositivo intrauterino possui eficácia superior a 99% para evitar a gravidez.

  • Não contém hormônios;

  • Melhor custo-benefício;

  • Não interfere na atividade sexual;

  • Longa duração - cerca de 10 anos;

  • Retorno rápido à fertilidade após a retirada.


Conheça agora mesmo o DIU de Cobre da Optima.

Gostou do artigo? Compartilhe em suas redes sociais!

linha

Relacionados

linha