Dor de cabeça antes da menstruação: saiba como evitar os sintomas da TPM
Saúde da Mulher

Dor de cabeça antes da menstruação: saiba como evitar os sintomas da TPM

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

O ciclo menstrual é muito temido pela maioria das mulheres devido aos incômodos que causa durante a sua passagem. Entre as mudanças mais comuns, estão as alterações de humor, sangramento, inchaço, aumento da libido, sensibilidade dos seios, entre outros. Contudo, a Tensão Pré-Menstrual (TPM), considerada a primeira fase, consegue piorar o que já é, em parte, ruim. Um de seus principais sintomas é a dor de cabeça, que, por si só, causa irritabilidade, estresse e baixa produtividade. É possível, por sua vez, reduzir ou evitar essa dor  e outros sintomas da TPM. Leia este artigo e tenha mais informações.

7 em cada 10 brasileiras sofrem com os sintomas da TPM. Isso significa que quase 80% das mulheres enfrentam periodicamente os incômodos do ciclo menstrual, sobretudo entre os 25 a 35 anos de idade. Em outros casos mais graves, algumas precisam faltar ao trabalho - esta é chamada de Transtorno Disfórico Pré-Menstrual, que afeta de 8% a 10% das mulheres.

Infelizmente, existem hábitos e alimentos que agravam os sintomas da TPM, como:

 

  • Estresse



  • Ingestão de café



  • Fatores genéticos



  • Fatores psicológicos



  • Mudanças hormonais



  • Carência de vitaminas B6, magnésio e cálcio


 

Especialistas já constataram, por exemplo, que quando mulheres estão com o nível de serotonina - um importante neurotransmissor - regulado, os sintomas da TPM são mais leves. No entanto, a sociedade moderna é cada vez mais estressada, ansiosa e angustiada, fatores que contribuem significativamente para o agravamento dos sintomas.

Quais são as fases do ciclo menstrual?TPM - Dor de cabeça


Ao total, as mulheres passam por quatro ciclos no organismo, do preparo para o período fértil à menstruação. De acordo com ginecologista, o tempo médio é de 28 dias. Conheça:

Preparo para o período fértil: Ocorre duas semanas após o início da menstruação. Nesse período, acontece o desenvolvimento do óvulo que será liberado pelo ovário. A mulher geralmente sente a vagina um pouco mais lubrificada e pode ter o aumento da libido.

Período fértil e ovulação: Considerado a segunda fase do ciclo menstrual, o dia da ovulação varia de mulher para a mulher. Por essa razão, é importante conhecer o corpo e ter o ciclo regulado.

Período pós-ovulação: Segundo ginecologistas, ocorre na terceira semana do ciclo. Nesse período, é comum as mulheres sentirem os seios mais sensíveis, cansaço e obstipação.

Tensão Pré-Menstrual (TPM): A mais temida, ocorre geralmente na quarta semana do ciclo, agravando os sintomas dos períodos anteriores. Além disso, a TPM traz outras mudanças, como tristeza, irritação, ansiedade, agressividade e felicidade.

Menstruação: É o fim do ciclo. Dura entre dois a sete dias, conforme o fluxo menstrual da mulher. No período, é comum sentir cólicas e o fluxo intenso pode incomodar.

Sintomas da TPM


Como citamos, os sintomas da Tensão Pré-Menstrual varia de mulher para a mulher. No entanto, existem os mais comuns:

  • Dor de cabeça

  • Cansaço;

  • Inchaço;

  • Dor nas pernas;

  • Alterações de humor;

  • Ganho de peso;

  • Ansiedade;

  • Raiva sem razão;

  • Compulsão por comida;

  • Irritabilidade;


Outros sintomas, como acne, alergias, náuseas e dores generalizadas também podem ocorrer, mas são menos comuns.


Como evitar ou reduzir os sintomas da TPM


Assim como tem hábitos e alimentos que agravam os sintomas da Tensão Pré-Menstrual, existem outros que ajudam a reduzir e, até, a evitar os incômodos causados pela TPM.

Alimentação


Uma alimentação saudável, rica em vitaminas do complexo B, magnésio e cálcio ajudam consideravelmente a diminuir os sintomas da TPM. Por outro lado, deve-se evitar alimentos ricos em sal, cafeína, refrigerantes, bebida alcoólica e carboidratos simples.

O que comer na TPM?


Alimentos ricos em Ômega-3: Peixes como sardinha e salmão possuem uma boa concentração de Ômega-3, que melhoram o nível de humor e função cerebral.

Alimentos fontes de magnésio: Investir neles é garantir uma redução significativa de enxaqueca na TPM. Você pode encontrar esse nutriente em abacate, quinoa, espinafre e nozes.

Cúrcuma: De acordo com um estudo publicado na Complementary Therapies in Medicine, a curcumina, ativo presente na Cúrcuma, ajuda a reduzir os sintomas físicos e emocionais da TPM.

O que não comer na TPM?


Cafeína: Bebidas com cafeína, como refrigerantes de cola, chás e o próprio café aumentam o nível de ansiedade e irritabilidade. Assim, os sintomas que já são ruins, tendem a piorar.

Queijos fortes e frios: Para quem sofre de enxaqueca durante a TPM, é melhor fugir desse tipo de alimento. Ele contém bastante sal e conservantes, por isso podem desencadear fortes dores de cabeça durante o período.

Bebidas alcoólicas: Causa piora nos sintomas de irritabilidade e altera o ciclo do sono, intensificando sonolência excessiva ou insônia. Além disso, a bebida alcoólica aumenta a retenção de líquidos e os quadros de dores.

Atividades físicas


A prática de atividades físicas também está entre as recomendações de ginecologistas para diminuir os sintomas da TPM. A redução ocorre por dois motivos: 1) gera um aumento da taxa metabólica e favorece a circulação sanguínea; 2) libera a endorfina - hormônio ligado à sensação de prazer.

Os exercícios certos para a TPM


Alongamento e prática de meditação

Esses dois exercícios servem para diminuir o ritmo da mulher durante a Tensão Pré-Menstrual. A prática de meditação, por exemplo, reduz a ansiedade, sintoma presente na TPM.

Aeróbica

Atividades como caminhada, corrida, dança e ciclismo são recomendadas para as mulheres que sofrem de compulsão alimentar durante a TPM porque aumentam o nível de endorfina e, consequentemente, diminuem a vontade de comer excessivamente.

Hidromassagem

É recomendada para as mulheres que sofrem de retenção de líquido no período menstrual. Outros exercícios na água, como hidroginástica, e drenagem linfática, também aliviam os sintomas.

Outros hábitos saudáveis para reduzir os sintomas da TPM



  • Parar de fumar;

  • Durma 8 horas por dia;

  • Conte com apoio de amigos e familiares;

  • Participe de grupos que debatem sobre a TPM;

linha

Relacionados

linha