Saiba quais são os cuidados que a mulher deve ter com o DIU de cobre
DIU de cobre

Saiba quais são os cuidados que a mulher deve ter com o DIU de cobre

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

Já informamos em diversos artigos publicados neste blog que o dispositivo-intrauterino (DIU de Cobre) é, sem dúvidas, o melhor método contraceptivo em comparação aos outros disponíveis. Por envolver um procedimento médico, por sua vez, requer certos cuidados que toda mulher que usa ou deseja o dispositivo deve ter.

Geralmente, o procedimento da colocação do DIU é simples e rápida - leva em média de 15 a 30 minutos. O dispositivo pode ser colocado em qualquer período do ciclo, porém o momento ideal é durante a menstruação, quando o colo uterino está mais dilatado. Contudo, é necessários alguns cuidados antes do procedimento.

Cuidados antes da colocação do DIU


O primeiro passo antes da colocação do DIU de cobre é a visita ao ginecologista. Este profissional é o mais recomendado para tirar dúvidas, avaliar condições físicas e emocionais e realizar alguns exames, como o ultrassom transvaginal e sorológico - este último é importantíssimo, uma vez que o dispositivo-intrauterino não protege contra DST’s.

Cabe ressaltar a colocação do DIU deve ser realizada por um profissional e não há necessidade de anestesia.

O procedimento é simples: com o auxílio de um espéculo para a abertura da vagina, o DIU é introduzido por meio de um instrumento aplicador. Após a colocação, é cortado o fio que conecta o DIU ao aplicador. Depois disso, o procedimento já está feito.

Cuidados depois da colocação do DIU


Os cuidados não terminam com a colocação do método contraceptivo. A mulher deve ficar atenta às reações do corpo após o procedimento. É normal, por sua vez, sentir algumas cólicas suportáveis no início, que podem ser reduzidas com medicamentos indicados pelo ginecologista. Em pouco tempo, ela pode realizar atividades do dia a dia normalmente

Embora o DIU permaneça no corpo por até 10 anos sem complicações, a visita regular ao profissional médico de confiança é outro cuidado que a mulher deve ter. Ele realizará exames a fim de verificar as condições e o posicionamento do dispositivo-intrauterino.

A retirada do dispositivo pode ocorrer a qualquer momento, desde que o ginecologista que a acompanha autorize o procedimento.

linha

Relacionados

linha