Quais são as chances do corpo rejeitar o DIU de Cobre?
Saúde da Mulher

Quais são as chances do corpo rejeitar o DIU de Cobre?

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

Embora o DIU de Cobre seja considerado pela Organização das Nações Unidas como um dos métodos anticonceptivos mais seguros, ainda há muitas dúvidas em relação à implementação e seus efeitos. Entre elas, as chances do corpo rejeitar o pequeno dispositivo em forma de “T”.

É possível que o útero expulse o DIU de cobre, pois é considerado um “objeto estranho” pelo organismo. Por outro lado, pesquisas indicam que não é comum o corpo não se adaptar. A taxa de rejeição é baixíssima, segundo este levantamento: varia de menos de uma até 7 em cada 100 mulheres que usam.

Ainda segundo a pesquisa, a expulsão, quando acontece, ocorre nos três primeiros meses depois da colocação. Nesses casos, o acompanhamento médico pós-implementação do dispositivo é importantíssimo, já que a expulsão parcial ou completa pode não ser notada pela paciente.

Fatores que aumentam as chances do corpo rejeitar o DIU de Cobre


Outro ponto importante do levantamento são os fatores que influenciam a probabilidade de rejeição:

 

  • Mulheres mais jovens;



  • Mulheres que nunca tiveram filhos;



  • Mulheres que têm menstruações dolorosas;



  • Mulheres que têm volume anormal de fluxo menstrual;


 

No entanto, a pesquisa explica que a colocação correta, com o DIU colocado até alcançar o fundo do útero, reduz as chances de rejeição.

Apesar dos riscos, as chances do organismo rejeitar ou expulsar o DIU de cobre são mínimas. Além disso, o dispositivo é totalmente antialérgico, o que evita qualquer reação contrária do corpo.

O DIU de cobre é sempre a melhor alternativa


Portanto, o DIU de Cobre continua sendo um dos métodos anticoncepcionais mais seguros do mundo, sendo recomendado pelo manual de planejamento familiar da Organização das Nações Unidas.

linha

Relacionados

linha