Protetores diários: Prós e contras
Saúde da Mulher

Protetores diários: Prós e contras

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

Apesar de ser um item bastante utilizado e que deixa a mulher mais segura no dia a dia, os protetores diários vêm sendo criticados por, segundo alguns especialistas, colocar a saúde íntima feminina em risco. Nesse post, você vai saber um pouco mais sobre os protetores diários, seus prós e contras.

Os protetores diários de calcinha nada mais são do que absorventes femininos, mas numa versão menor e mais fina. Através de um adesivo, ele é “colado” na calcinha, mantendo-a na posição. Com ele, a higiene feminina é garantida, já que graças ao seu material macio e absorvente, permite que a região íntima da mulher permaneça seca e limpa.

POR QUE USAR PROTETORES DIÁRIOS?


Qualquer mulher pode acabar sofrendo com corrimento vaginal – independentemente de estar usando – ou não – um absorvente durante o ciclo menstrual. O uso de protetores diários pode ajudar a manter a calcinha limpa, deixando a mulher menos desconfortável, ainda mais em casos inesperados, já que é relativamente comum a mulher ter períodos de menstruação irregulares.

Além da higiene feminina, os protetores diários garantem uma maior liberdade para a mulher, permitindo a prática de exercícios físicos. Ou mesmo em dias úmidos e quentes, quando a sensação de umidade na região íntima pode incomodar, o protetor consegue absorver a umidade, ajudando a mulher ter uma sensação de limpeza e frescor.

Um estudo feito pela Universidade de Campinas (UNICAMP) constatou que, após 75 dias de uso de absorvente feminino, 92,8% das mulheres entrevistadas afirmaram que se sentiram mais limpas, seguras e confiantes.

Do lado negativo sobre o uso dos protetores diários, alguns ginecologistas são contra o seu uso. Segundo os médicos, as áreas genitais das mulheres possuem bactérias que não são prejudiciais ao organismo, além de serem responsáveis por mais um “equilíbrio” a mulher. Ao usar o protetor, a flora vaginal feminina poderia entrar em desequilíbrio, tornando mais suscetível o surgimento de infecções.

Outro ponto discutido por ginecologistas contrários ao uso é que, como o aparelho genital feminino é interno, o uso do protetor abafa a região, o que pode ocasionar alteração em todo o PH vaginal. Dessa maneira, se a mulher tem um PH ácido, utilizar o protetor diário aumentaria ou agravaria esse problema. Além de ocasionar a proliferação de bactérias que causam mau odor e coceira na região vaginal da mulher.

DICAS PARA USO PROTETORES DIÁRIOS E TER A SAÚDE SEMPRE EM DIA



  • Use somente quando necessário: ou seja, apenas no início ou final da menstruação. Ou mesmo quando tiver que ficar muitas horas longe de casa.

  • Escolha corretamente as calcinhas: prefira as calcinhas de algodão, pois garantem que a pele da vagina consiga “respirar” e manter a flora vaginal em perfeito equilíbrio.

  • Use sabonetes neutros: Evite produtos com aromas ou composições fortes.  Opte pelo neutro para a fazer a limpeza vaginal.

  • Procure um médico: a ginecologista sempre é a pessoal ideal em qualquer caso ou alteração no seu corpo.

linha

Relacionados

linha