Porcentagem de falha das pílulas anticoncepcionais
Saúde da Mulher

Porcentagem de falha das pílulas anticoncepcionais

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

Quando se fala em métodos contraceptivos no Brasil, o mais utilizado pelas mulheres é a pílula anticoncepcional, seguido pela laqueadura tubária.

A prevalência de uso de contraceptivos modernos é muito alta, por volta de 85%, porém a taxa de gravidez não planejada é de 55% no Brasil.

Isto ocorre porque a pílula contraceptiva falha entre 8% e 12%. Isto significa que a cada 100 mulheres que usam a pílula em um ano, entre 8 e 12 delas virão a engravidar de forma não planejada.

A pílula é um método que, por falha humana, deixa de fazer efeito porque muitas mulheres esquecem de tomar a pílula cuidadosamente todos os dias no mesmo horário, o que acaba gerando esse resultado.

Esse é apenas um dos contras desse tipo de contracepção. Além disso, cada vez mais, prova-se que o uso de hormônios não é benéfico para grande parte das mulheres, gera efeitos colaterais como diminuição de libido, aumento de gordura, complicações cardiovasculares e aumento do risco de trombose, entre outros.

O DIU de cobre é um contraceptivo sem injeção de hormônios que dura até 10 anos no corpo da mulher, levando uma vida sexual saudável.

Curta a nossa página no Facebook, e saiba mais sobre Saúde Feminina.

*Texto com curadoria de Dr. Luis Guillermo Bahamondes.

linha

Relacionados

linha