O DIU de Cobre pode ficar preso no útero?
DIU de cobre

O DIU de Cobre pode ficar preso no útero?

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

Já respondemos em um artigo anterior que as chances do corpo rejeitar - ou seja, expulsar - o DIU de Cobre são mínimas. Em contrapartida, há muitas dúvidas sobre a possibilidade do dispositivo ficar preso no útero.

Para essa dúvida, a resposta é um absolutamente não. O DIU de Cobre é um dos métodos contraceptivos mais seguros do mundo e ganha popularidade devido aos benefícios, que inclui a fácil remoção.

Por essa razão, não há nenhuma chance de, quando for remover o DIU de Cobre, o dispositivo ficar preso no útero. Isso significa que a remoção pode ser feita a qualquer momento, sem complicações.

Contudo, remover o DIU de Cobre depende de uma série de fatores, entre eles o motivo da remoção.

Os principais motivos de remoção são...

  • Validade: o DIU de Cobre pode ficar no organismo por até 10 anos;

  • Planejamento familiar: quando a mulher decide engravidar;

  • Complicações adversas: em raras ocasiões, o dispositivo é expulso pelo útero.


Se você se encaixa em alguns dos motivos listados, o primeiro passo é marcar a consulta com o ginecologista. O profissional é preparado para realizar os exames e retirar o dispositivo. Não remova o DIU de Cobre por conta própria - o procedimento inadequado pode gerar infecções.

DIU de Cobre ‘fora do lugar’


Agora, se a dúvida for em relação ao DIU de Cobre sair do lugar, sim, é possível. Isso geralmente ocorre nos primeiros meses após a implantação, mas em situações raras. Mesmo assim, é recomendado a realização de exames semestrais ou uma vez ao ano.

linha

Relacionados

linha