#minhaescolhaD O porquê da minha escolha e primeiros passos para uma vida sem hormônios
DIU de cobre

#minhaescolhaD O porquê da minha escolha e primeiros passos para uma vida sem hormônios

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

Criado com o objetivo de informar e auxiliar mulheres que estão fazendo a sua escolha contraceptiva, o portal Escolha D tem sido bastante procurado por leitoras que desejam compartilhar as suas experiências.

Entre tantas histórias divididas em nossa página no Facebook, recebemos o contato da Beth B., 38 anos, residente na cidade de São Paulo, que optou por colocar o DIU de cobre através do seu plano de saúde. Beth compartilhou a história com a nossa equipe, desde sua escolha até a inserção, e agora é personagem de uma série de posts aqui no site.

Com essa história, você mulher e leitora do Escolha D, poderá acompanhar todo o processo de colocação do DIU de cobre por um plano de saúde que, por determinação legal, cobre o procedimento gratuitamente.

#minhaescolhaD O porquê da minha escolha e primeiros passos para uma vida sem hormônios

Como muitas mulheres que conheço, a pílula anticoncepcional já estava em minha vida há 19 anos. Lembro de tomar diversos tipos e marcas disponíveis no mercado, muitas com efeitos colaterais que iam desde alterações na minha pele a quedas de pressão e enjoos frequentes. Cansada da obrigação de tomar a pílula todos os dias e com um certo medo da dose de hormônio por tantos anos, comecei a pesquisar alternativas a esse método. Foi quando descobri o DIU de cobre – com ele, tive a sensação de que, ao cortar os hormônios escolhendo um método mais “natural”, estaria fazendo algo de bom e concreto para a minha saúde a longo prazo, assim como outras escolhas que já fiz na vida, como me alimentar melhor, praticar exercícios físicos com frequência e até parar de fumar.

Certa da minha decisão, no dia 8 de agosto de 2017, liguei para a Amil, meu plano de saúde, já expondo a minha vontade de colocar o DIU de cobre. A atendente prontamente me explicou as duas opções disponíveis para o programa de “Planejamento Familiar da Amil”, que são:
- Marcar a consulta na rede credenciada, sem custo adicional ao plano.
- Marcar com um dos ginecologistas credenciados pela Amil, ligando diretamente para o seu consultório. A atendente me explicou que nesse caso, poderia ocorrer de o médico não dispor do DIU de cobre no consultório e, assim, eu mesma teria que fazer a compra do contraceptivo, solicitando o reembolso à Amil.

Como já estava decidida pela colocação do DIU de cobre, optei por fazer o procedimento diretamente na rede credenciada da Amil. Feita a escolha, a atendente também me explicou que, no caso das mulheres casadas ou em união estável, seria necessária a presença do casal em uma primeira consulta, com cerca de uma hora e meia de duração. Desliguei a ligação já com a data marcada: 21 de agosto na Amil unidade Santo Amaro, em São Paulo, às 17h, com a Dra. Veridiana.

Nas próximas semanas, você continua acompanhando o processo de inserção do DIU de cobre pelo plano de saúde através da história da leitora Beth. Acompanhe também Escolha D no facebook.

linha

Relacionados

linha