São Caetano começa a oferecer DIU para mulheres no pós-parto
DIU de cobre

São Caetano começa a oferecer DIU para mulheres no pós-parto

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

O Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM), em São Caetano do Sul, começou a implantar o DIU  (Dispositivo Intra-uterino) de cobre, sem custo, em mulheres após o parto. É uma iniciativa do Ministério de Saúde e do sistema de saúde do município para garantir o planejamento familiar e a segurança da mulher.

Segundo a Secretaria de Saúde do município, equipes médicas da maternidade receberam um treinamento específico para a implantação de DIU em mulheres. A administração informou que o procedimento, que ocorre geralmente 10 minutos após o parto, não causa desconforto nas pacientes.

O acesso pelas mulheres de DIU pelo Sistema Único de Saúde (SUS) começou a ser ampliado em dezembro de 2017. Antes, a implantação gratuita do método contraceptivo estava restrita às Unidades Básicas de Saúde (UBS). O objetivo é tornar um dos anticoncepcionais mais eficazes do mundo acessível à população. Na rede privada, o custo com o procedimento é avaliado em R$ 600. Calcula-se que, no País, apenas 1,9% das mulheres em idade fértil utilizam o dispositivo.

Para ter acesso ao procedimento gratuito, a gestante deve solicitar a implantação do DIU durante o período pré-natal ou antes de realizar o parto. A ginecologista do CAISM Alessandra Nabarro ressaltou que o DIU garante proteção por um período de 10 anos. “E sua eficácia é similar à de pílula anticoncepcional”, afirmou em nota.

linha

Relacionados

linha