Curitiba inaugura novo Ambulatório do DIU
Saúde da Mulher

Curitiba inaugura novo Ambulatório do DIU

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

A cidade de Curitiba (PR) foi contemplada, no dia 28 de agosto, com a inauguração do Ambulatório do DIU (Dispositivo Intrauterino), na Maternidade Bairro Novo. O ambulatório, localizado na Rua Jussara, 2234, no bairro Sítio Cercado, surge como um centro de referência no Município, não apenas na disponibilização e colocação do DIU de cobre, mas também no treinamento de médicos e enfermeiros para outras unidades de saúde.

DIU de cobre é um método contraceptivo altamente eficaz


Com tamanho reduzido, o dispositivo em formato de T possui estrutura plástica flexível, com um fio de cobre na haste vertical, e é inserido por um médico ginecologista através da vagina, num procedimento bastante simples, que dura em torno de 15 minutos. O DIU de cobre, oferecido gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), é um método contraceptivo bastante eficaz, com índices de prevenção à gravidez da ordem de 99,3%, segundo o Ministério da Saúde.

O cobre presente no dispositivo intrauterino danifica o espermatozoide, impedindo-o de fecundar o óvulo e, assim, a gravidez é evitada. O dispositivo, após instalado, mantém sua eficácia por um período de até 10 anos, e pode ser facilmente removido caso a mulher queira engravidar.  O DIU de cobre, que é tão seguro quanto a pílula anticoncepcional, não interfere nos níveis hormonais das mulheres, evitando uma série de problemas como aumento do peso, espinhas, alterações do humor, diminuição da libido, dentre outros.

Outra grande vantagem do DIU é que, com ele colocado, não há o risco de se esquecer de utilizar o método contraceptivo, uma vez que a sua eficácia é constante.  

Atendimento no Ambulatório do DIU


Segundo Shunaida Sonobe, supervisora do Bairro Novo, em entrevista concedida ao portal Banda B, a paciente interessada na colocação do DIU “vai até a unidade de saúde mais próxima de casa e faz uma avaliação com o médico. Se ele recomendar o uso, a mulher será orientada a ir até o ambulatório ou passará pelo procedimento na própria US.” A ampliação do acesso ao DIU faz parte de uma nova ação do Ministério da Saúde, que entrou em vigor no final do ano passado por meio da Portaria nº 3.265, e busca facilitar o acesso e disponibilizar informações sobre o dispositivo em hospitais e maternidades da rede pública, ofertando-o tanto a mulheres que acabaram dar à luz quanto para aquelas que passaram por um aborto.

Além de fornecer o dispositivo, as unidades que atendem pelo SUS atuam dentro dos objetivos e estratégias da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres (PNAISM), e buscam estimular o planejamento familiar e ampliar acesso a diversos métodos anticoncepcionais pela população em idade reprodutiva. “Esse ambulatório contribui para o empoderamento da mulher ao oferecer um método contraceptivo de escolha dela, em mais um ponto de Curitiba”, afirmou a Secretária Municipal de Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, ao site ParanáPortal.

 

linha

Relacionados

linha