DIU de cobre

Anticoncepcional masculino tem resultados positivos em testes. É um avanço?

Vitória para a ciência (e para as mulheres!). Os primeiros resultados dos testes com o anticoncepcional masculino, com uso quase idêntico ao feminino, foram divulgados no Encontro Anual da Sociedade de Endocrinologia dos Estados Unidos 2018 (Endocrine Society, em inglês). Os dados, a primeiro momento, animaram os pesquisadores, que consideram o DMAU - sigla do remédio - um avanço na área.

É mais uma tentativa de pesquisadores de criarem um contraceptivo masculino. Em 2016, um grupo de estudiosos interrompeu os testes de um anticoncepcional para homens por causa dos efeitos colaterais - semelhantes aos que as mulheres sentem ao tomar a tradicional pílula: alterações de humor, surgimento de acnes, náuseas, dores de cabeça etc. A decisão, claro, provocou questionamentos: por que o sexo feminino pode sofrer com as reações e os homens não?

No novo estudo, os cientistas notaram que doses mais elevadas de DMAU reduziram os níveis de testosterona e outros hormônios no corpo responsáveis pela produção de espermatozóides. “Esses resultados não têm precedentes no desenvolvimento de uma pílula contraceptiva masculina”, disse Stephanie Page, da Universidade de Washington, uma das autoras do experimento. Por outro lado, há quem acredite que o remédio provoque infertilidade a longo prazo de difícil reversão.

O estudo


Participaram dos testes clínicos 83 homens saudáveis de 18 a 50 anos. Por um mês, alguns deles receberam diferente doses do medicamento, uma vez por dia, enquanto outros engoliram a pílula sem princípio ativo ou placebo. Cerca de 17 participantes desistiram do experimento, segundo Stephanie.

Os efeitos colaterais apresentados pelos homens foram a ligeira diminuição do colesterol bom (HDL) e ganho de peso. Além disso, poucos participantes reportaram deficiência ou excesso de testosterona, de acordo com a nota técnica do estudo.

Com os resultados positivos, os autores do estudo devem avançar nos testes, com mais homens e por mais tempo de duração. Contudo, enfrentarão desafios pela frente. Os pesquisadores terão de explicar no artigo científico os motivos que levaram às 17 desistências. Apesar de ser um número baixo em relação ao total (100 homens), as respostas contribuirão para o avanço. Além disso, terão de descobrir quais são os efeitos a médio e longo prazo do tratamento.

DIU de cobre é a escolha certa


Enquanto o anticoncepcional masculino não fica pronto, o DIU de cobre é ainda a escolha eficiente para o planejamento familiar mais seguro, sem riscos e arrependimentos. O dispositivo está disponível nas redes privadas e públicas de todo o país.

Relacionados